Sobre o Prêmio


Objetivos do Prêmio

Estimular as empresas brasileiras a adotarem o propósito de implantar uma cultura de equidade de gênero nas organizações, tomando como base os Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs, sigla em inglês de Women’s Empowerment Principles);

Contribuir para a disseminação dos WEPs no Brasil, incentivando sua adoção como ferramenta de gestão para iniciativas promotoras da equidade de gênero na empresa, na comunidade e nas relações com suas partes interessadas;

Encorajar as empresas participantes a adotar o conjunto de Princípios na avaliação de sua cadeia de fornecedores, de modo a impulsionar a equidade de gênero nas práticas de gestão; Incentivar a adesão das empresas aos WEPs, que é gratuita;

Incentivar a adesão das empresas aos WEPs, que é gratuita;

Incentivar a adesão das empresas ao Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), do Governo Federal, que também é gratuita.


Podem se inscrever empresas privadas e públicas, subsidiárias de multinacionais e/ou suas filiais no Brasil que, em termos de porte, se enquadrem como Micro&Pequena Empresa (MPE), Média ou Grande Empresa:

CATEGORIA DA EMPRESA
(PONTE)
RECEITA BRUTA ANUAL
(ANO-BASE 2017)
Grande Empresa Superior a R$ 300.000.000,00
(Trezentos milhões de reais)
Média Empresa Superior a R$ 3.600.000,00
(Três milhões e seiscentos mil reais)
Micro & Pequena Empresa Até R$ 3.600.000,00
(Três milhões e seiscentos mil reais)

Nota: O enquadramento das categorias das empresas segue a Lei 11.638 de 28/12/2007 Empresas de Grande Porte e a Lei Complementar 123 de 14/12/2006 Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte. A definição do enquadramento como média empresa o intervalo entre as duas definições estabelecidas nas leis acima citadas e que podem ser acessadas clicando aqui.

NÃO podem se candidatar as empresas que:

  • a) Se caracterizem como associações religiosas, sindicatos, político-partidárias ou Organizações Não Governamentais (ONGs).

  • b) Sejam instituições envolvidas na organização e nas etapas técnicas do Prêmio WEPs Brasil 2019;

  • c) Deixem de atender a qualquer item inserido nas Condições de Elegibilid.

Por que participar?

A igualdade de tratamento de mulheres e homens é um direito humano fundamental inviolável. Estimular o empoderamento de homens e mulheres, permitindo que assumam o controle de suas vidas, é essencial para construir economias fortes, estabelecer sociedades mais estáveis e justas e melhorar a qualidade de vida de todos.

Além de ser a coisa certa a ser feita, a igualdade de tratamento de mulheres e homens também é boa para os negócios. Resulta, entre outros benefícios, no aumento da produtividade e satisfação dos colaboradores, na melhoria do clima organizacional, no fortalecimento da imagem institucional, na atração de investidores, profissionais de excelência e consumidores o que se traduz efetivamente em bons resultados financeiros.

Benefícios em participar do Prêmio WEPs Brasil 2019?

– A iniciativa é reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), por meio do United Nations Global Compact (Pacto Global da ONU) e United Nations Women (ONU Mulheres), em parceria com suas representações brasileiras, a Rede Brasileira do Pacto Global da ONU e a ONU Mulheres no Brasil;

– Acesso a orientações sobre como implantar a cultura de equidade de gênero no ambiente interno;

– Utilização de ferramenta de autodiagnóstico, de fácil aplicação, que permite mensurar as vantagens competitivas com a adoção de práticas pró equidade de gênero;

– Aumento da capacidade de influência positiva sobre a cadeia de fornecedores;

– Troca de experiências com outras empresas;

– Participação em eventos para disseminação de suas práticas relacionadas às questões de gênero;

– Maior visibilidade de suas boas práticas de gestão.

Igualdade ou Equidade de Gênero?

Enquanto o sexo biológico é determinado por características genéticas e anatômicas, o gênero é uma identidade adquirida e refere-se à variedade de papéis e relacionamentos construídos pela sociedade para os dois sexos. Por isso, o gênero muda ao longo do tempo e varia grandemente dentro das diferentes culturas em todo o mundo.

A igualdade de gênero descreve o conceito de que todos os seres humanos, tanto mulheres como homens, são livres para desenvolver as suas capacidades pessoais e fazer escolhas sem as limitações impostas por estereótipos. Igualdade de gênero não significa que as mulheres e homens têm de ser idênticos, mas que os seus direitos, responsabilidades e oportunidades não dependem do fato de terem nascido com o sexo feminino ou masculino.

Assim, a equidade entre gêneros significa que homens e mulheres são tratados de forma justa, de acordo com as respectivas necessidades. O tratamento deve considerar, valorizar e favorecer de maneira equivalente os direitos, benefícios, obrigações e oportunidades entre homens e mulheres.

principios

Princípios de Empoderamento das Mulheres – Igualdade significa negócios. (WEPs, sigla em inglês de Women’s Empowerment Principles), lançado em 2010 pela ONU Mulheres e o Pacto Global das Nações Unidas.

  •                     PRINCÍPIO 1: Estabelecer uma liderança corporativa de alto nível para a igualdade de gênero.
    Objetivo: Afirmar o apoio da alta direção para que a cultura corporativa avance na igualdade de gênero, assegurando que todas as políticas da empresa sejam sensíveis às questões de gênero.
  •                     PRINCÍPIO 2: Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não-discriminação.
    Objetivo: Garantir salários dignos e equivalentes para homens e mulheres, assegurar que as políticas e práticas no local de trabalho sejam livres de discriminação e oferecer igualdade de oportunidades.
  •                     PRINCÍPIO 3: Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
    Objetivo: Oferecer condições seguras de trabalho, considerando os impactos diferenciados sobre a saúde de homens e mulheres. Combater todas as formas de violência, incluindo assédio moral, físico e sexual no ambiente de trabalho.
  •                     PRINCÍPIO 4: Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.
    Objetivo: Investir em políticas e programas que oportunizem o avanço das mulheres em todos os níveis e áreas de negócios. Estimular que as mulheres construam carreira em áreas de trabalho convencionalmente ocupadas por homens.
  •                     PRINCÍPIO 5: Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing.
    Objetivo: Expandir relações de negócios com empresas pertencentes à mulheres, assegurar que a comunicação empresarial, produtos e serviços respeitem a dignidade humana e solicitar que empresas parceiras respeitem o compromisso assumido pela empresa com relação à equidade de gênero.
  •                     PRINCÍPIO 6: Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.
    Objetivo: Promover e reconhecer a liderança das mulheres nas comunidades e utilizar a influência empresarial para, em parceria com líderes comunitários, agir em defesa da igualdade de gênero e empoderamento das mulheres.
  •                     PRINCÍPIO 7: Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.
    Objetivo: Tornar públicas as políticas, planos de implementação e metas empresariais para promoção da equidade de gênero, por meio de relatórios corporativos.